O ser membro de igreja, o ser desigrejado e o Ser Igreja.

Eu sou membro de uma Igreja, de uma denominação, de uma Instituição Religiosa. E vejo que o ser membro é complicado e desgastante, pois jun...

Eu sou membro de uma Igreja, de uma denominação, de uma Instituição Religiosa. E vejo que o ser membro é complicado e desgastante, pois junto comigo há outros membros, e assim como eu, cada qual na sua caminhada cristã, alguns já mais avançados na fé e maturidade espiritual, outros ainda que só conseguem tomar leitinho aguado... e a maturidade espiritual nada tem a ver com o tempo de conversão ou membresia.

E nessas idas e vindas de conhecer crentes, ao longo dos anos, eu fui me decepcionando com certas atitudes farisaicas, ou mesmo que não dá nem pra dizer que são coisas de pessoas que se dizem convertidas a Cristo.

O conhecer os bastidores, a politicagem que acaba existindo entre alguns dentro de Igreja, acabou me enojando de ser membro de Igreja, um lugar que deveria ser de cura, comunhão, fraternidade, encorajamento, união, suporte... E fiquei muito tentada a me transformar de membro de Igreja à uma desigrejada. E comecei a ter o discurso que: Cristo não habita em Templos construídos por mãos de homens, Deus habita dentro de nós, e que adorar a Deus em espírito e em verdade não tem que ser em instituições religiosas, etc... Todas aquelas desculpas de quem não quer ser mais membro de uma Igreja, e isso é claro colocando a culpa nos outros e nos seus pecados...

Até que nessa confusão interna em mim, Deus falou comigo, e me disse que sim, que é claro que Ele não precisa de 4 paredes para habitar, que mora em corações convertidos por Jesus, e o adorar não é só no momento de louvor na Igreja, mas que tem que ser 24 horas por dia, com nossas vidas por inteiro... e que eu me tornar uma desigrejada não iria me fortalecer por não ficar mais congregando junto com “os pecadores” e vendo os pecados deles, pois eu também sou pecadora, tanto quanto os outros membros da minha Igreja, e que independente do que façam ou falem pra mim, a mudança dentro da Igreja, tem que começar por mim, nas minhas atitudes, no meu modo de ver as pessoas e os outros membros.

De não querer somente ter um suporte espiritual, mas a dar também suporte aos fracos, de ver que os outros também têm suas fraquezas assim como eu, e a olhar com olhos de amor mesmo para aqueles que não “merecem”, pois eu também nunca mereci que Deus me amasse tanto a ponto de incluir meu nome no sacrifício de Jesus quando ele morreu na cruz para me salvar da condenação por causa dos meus pecados...

E isso não é ser membro de Igreja, isso é Ser Igreja!!! E é isso que Deus quer de mim, que eu não seja somente um membro de uma denominação religiosa, mas que eu Seja Igreja de Cristo com meus atos, testemunhando a obra que Ele começou em mim no dia da minha conversão, e que assim como ele é Fiel para completar em mim, Ele também o fará nas outras pessoas com quem eu convivo, com os outros membros de igreja. E que eu tenho que parar de ser membro de uma igreja e a começar a Ser Igreja, e isso, dentro da minha própria igreja!


Por Grá Carol Donadeli


Postagens Relacionadas

5 comentários

  1. Nossa! Perfeito!! conseguiu expressar tudo que sentir e tudo que sinto hoje, passei por uma mudança radical, minha visão do que é o evangelho mudou completamente quando comecei a ler a bíblia por mim mesma, para tirar as minhas dúvidas, descobrir um evangelho muito diferente do que fui ensinada desde os meus 7 anos! Pensei seriamente em não frequentar mais igreja e usei muito esse argumento de que Deus habita em nós e não em templos feitos por mãos de homens o que é totalmente verdade, mas assim como você, descobrir que eu preciso ser a igreja, independente de igreja, fico indignada com muitas coisas não nego, ex: Esse sistema ditatorial que muitas igrejas tem, inclusive a minha, que faz parecer que você não tem controle da sua própria vida, os lideres ditam regras que devem ser seguidas e se você não concorda, dizem que é rebeldia e começam a demonizar tudo! Mas fico com uma frase de um pastor que gosto muito " se você vai andar com Jesus, você vai estar contra o mundo e contra a grande maioria dos evangélicos" Continuo na igreja que cresci, respeitando a visão dos outros, mas não abro mão de viver a verdade que me libertou!

    ResponderExcluir
  2. Olá Samara, pois é, enquanto a religiosidade quer nos sufocar atando a nós fardos insuportáveis, Jesus nos tem um fardo suave e leve, e é esse que temos que carregar. Que o Senhor te abençoe e te fortaleça na sua caminhada! ;)

    ResponderExcluir
  3. Amém, obrigada!!
    Hoje verdadeiramente sei o que é viver sobre um jugo suave e um fardo leve, anseio intensamente que ostras pessoas vivam também!

    ResponderExcluir
  4. Grácia vc tem um perfil no Facebook?
    Amei suas reflexões!
    A paz!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Roberta, tenho sim na aba contatos aqui do blog tem o link do meu perfil. É só clicar em Facebook. Agradeço. Deus abençoe!

      Excluir