Em qual caminho estamos?

Outro dia estava assistindo a uma pregação do Pastor norte americano Paul Washer, onde ele pregava sobre 'O que é ser um cristão&...



Outro dia estava assistindo a uma pregação do Pastor norte americano Paul Washer, onde ele pregava sobre 'O que é ser um cristão', a partir do texto de Mateus 7. 14-27.

E me chamou a atenção quando ele explicou a passagem sobre a porta estreita que leva à vida e a porta larga da perdição, que aqui nesse texto Jesus não está se referindo ao mundo e aos crentes, mas sim que está se referindo aos que já se declaram crentes, que, dentre eles poucos encontrarão a porta estreita com o caminho apertado que leva a vida.

"Dentre os que confessam Jesus como Senhor, poucos deles estão no caminho estreito e só poucos deles vão encontrar Vida!" (Paul Washer)

E com essa explicação da Palavra desse texto já bem conhecido, mas que porém dessa vez me fez questionar se estou no caminho certo. 

Será que eu estou no caminho certo? Será que estamos realmente no caminho estreito? 

Pois não basta ter confessado a Jesus como Salvador e Senhor se não o temos realmente como Senhor das nossas vidas, se não queremos diariamente tomar a nossa cruz de abnegação pelas nossas vontades e desejos egocêntricos e egolátricos e carregar seguindo o Mestre.

"Nada vale nossa confissão de fé se não for seguidos por nossos frutos." (Paul Washer)

"Entrem pela porta estreita, pois larga é a porta e amplo o caminho que leva à perdição, e são muitos os que entram por ela. Como é estreita a porta, e apertado o caminho que leva à vida! São poucos os que a encontram". (Mateus 7.13,14)

Será que estamos vivendo um cristianismo de fachada? Onde dizemos que conhecemos a Cristo porém vivendo uma vida alheia a vontade e aos ensinos Dele, pensando somente nas coisas deste mundo?

"Nem todo aquele que me diz: ‘Senhor, Senhor’, entrará no Reino dos céus, mas apenas aquele que faz a vontade de meu Pai que está nos céus." (Mateus 7.21)

Nossos atos, nossos frutos, são frutos condizentes com a Palavra de Deus, frutos de uma vida de arrependimento e transformação por buscar viver como Cristo em mansidão, humildade, santidade e amor?

Não basta dizermos que conhecemos a Cristo, Ele também tem que nos conhecer!

Que Deus nos abençoe!


Grácia Donadeli

Postagens Relacionadas

5 comentários