Crescer dói.

Estudos médicos relataram que no estágio de crescimento do nosso corpo podemos sentir dores, dor do crescimento por causa que os ossos po...

Estudos médicos relataram que no estágio de crescimento do nosso corpo podemos sentir dores, dor do crescimento por causa que os ossos podem crescer mais rápido do que os músculos e tendões. Algo passageiro mas que gera um pouco de desconforto.

Crescer pode doer, não somente fisicamente, mas também emocional e espiritualmente.

Dói o nosso ego quando Deus desfaz sonhos e fantasias que criamos por nossa pura arrogância disfarçada de ingenuidade.

Dói quando Deus quebra paradigmas que criamos, conceitos que achamos que é o verdadeiro.

Crescer espiritualmente também dói, quando relutamos em querer ser auto suficientes, vivendo longe dos planos de Deus, buscando as coisas do mundo, correndo atrás de vento, mas o Senhor nos mostra que nada podemos fazer sem Ele.

Lutas, dificuldades, perdas, todas as coisas cooperam para o bem dos filhos de Deus pois nos fazem ter consciência da nossa miserabilidade e insuficiência, da nossa total dependência do Criador.

É preciso crescer, crescer em conhecimento de Jesus, da sua graça, misericórdia e glória, crescer em intimidade e comunhão com Ele que se as vezes não fosse por dores nunca iríamos parar de querer controlar as coisas para depender unicamente de Deus.

Jó, depois de tantas perdas, lutas, doença, abandono e miséria humana que ele se encontrava pode contemplar a grandeza de Deus: "Meus ouvidos já tinham ouvido a teu respeito, mas agora os meus olhos te viram."  (Jó 42.5)

Que nós também possamos ter um coração humilde e agradecido a Deus por todas as coisas que acontecem em nossa vida, vendo que todas as coisas, inclusive as dores é para o nosso bem, para termos uma visão ampliada da soberania do Senhor, deixando as birras e imaturidade de crianças para trás para crescer em intimidade com Ele.

Paz do Senhor.


Grácia Donadeli

Postagens Relacionadas

0 comentários