A graça na cotidianidade.

Levantar da cama, tomar um café rápido e já sair para trabalhar enfrentando trânsito, filas e mais filas, metrô lotado, ônibus atrasado... ...

Levantar da cama, tomar um café rápido e já sair para trabalhar enfrentando trânsito, filas e mais filas, metrô lotado, ônibus atrasado...

Oito, nove, dez, onze horas, pausa para "engolir o almoço", porque ainda tem a tarde inteira pela frente para trabalhar até chegar a noite e enfrentar todo o trajeto, filas e empurrões para enfim voltar para casa e dormir esperando somente o despertador tocar ainda de madrugadinha para mais um dia de cotidianidade sem fim e entediante.

Trabalhar, estudar, lavar roupa, dormir para no outro dia começar a mesma rotina, viver a mesma monotonia sem graça, simplesmente passando os dias um após o outro até que chegará o último dia, o último suspiro.

Podemos viver na entediosa cotidianidade ou escolher ver a graça de Deus dentro da nossa rotina.

Nossas manhãs não precisam ser sempre cinzentas, mas podem ser coloridas e iluminadas pela luz do sol e musicadas pelos cantos dos pássaros.

Os dias chuvosos não precisam ser nublados e tristes, mas podemos fazer nossos ouvidos decifrarem a melodia em cada pingo de chuva que cair.

As horas e horas que passamos trancados em escritórios ou escolas podem ser não simplesmente para "passar de ano" ou para que no quinto dia útil recebamos o contra cheque salarial, mas para conhecer as virtudes escondidas tanto em nós como nos outros que nos rodeiam, ver a beleza na diversidade de todo o conjunto de pessoas que foram criados pelo mesmo Deus de maravilhosa graça.

Dentro da cotidianidade da vida a graça abundante de Deus sempre está presente, basta mudarmos o nosso olhar para conseguir ver a presença do criador, desde uma folha de árvore que cai à uma xícara de café que tomamos.

Que possamos renovar a maneira de ver  e viver nossos dias, percebendo a beleza de Deus em cada detalhe, em cada esquina, em cada vírgula e reticências que há no cotidiano da graça divina.


Que Deus abençoe a cada um de nós.


Grácia Donadeli

Postagens Relacionadas

0 comentários