O desigrejamento da igreja.

Decepções, frustrações, mágoas, teologia fraca ou adulterada. Inúmeros argumentos para se tornar um ‘desigrejado’.  Nome...




Decepções, frustrações, mágoas, teologia fraca ou adulterada. Inúmeros argumentos para se tornar um ‘desigrejado’. 

Nomenclatura crescente nos dias atuais, crescente porém não justificável!

Pois quando cremos em Cristo somos inseridos em seu corpo juntamente com outros irmãos na fé.

Como poderá um membro se manter vivo distante do corpo? Todos somos chamados a ser um só em Cristo, apesar das nossas diferenças e singularidades.

Somos chamados a crescer, amadurecer para não ser escandalizável com tudo. Geralmente achamos que é um problema somente ser um escândalo, porém ser escandalizável também o é, pois isso mostra imaturidade, que ainda se é um infante na fé.


"Desejai afetuosamente, como meninos novamente nascidos, o leite racional, 
não falsificado, para que por ele vades crescendo;" (1 Pedro 2:2)


É preciso crescer, nos desenvolver com saúde e para isso não podemos percorrer a caminhada cristã nos alimentando somente de leite, pois não iremos aguentar as duras jornadas do negar o nosso 'eu' e nem o peso da nossa própria cruz.


"E eu, irmãos, não vos pude falar como a espirituais, mas como a carnais, 
como a meninos em Cristo. Com leite vos criei, e não com carne, porque ainda não podíeis, 
nem tampouco ainda agora podeis, porque ainda sois carnais; pois, havendo entre vós 
inveja, contendas e dissensões." (1 Coríntios 3:1-3)


O alimento sólido e saudável para nos fortalecer e nos fazer amadurecer na fé é conhecer mais e mais a Palavra do Senhor, do genuíno evangelho de Cristo, pois quanto mais conhecermos a Deus, mais iremos nos conhecer e ver a nossa pequenez, impotência, pecaminosidade e carência do Senhor, e quanto mais olharmos para dentro de nós mesmos, pararemos de reparar os defeitos e fraquezas dos outros irmãos na fé.


"Antes crescei na graça e conhecimento de nosso Senhor e Salvador, Jesus Cristo. 
A ele seja dada a glória, assim agora, como no dia da eternidade. Amém." (2 Pedro 3:18)


E não pára por aí, fortalecidos na fé poderemos ajudar aos irmãos mais fracos, através do fruto das boas obras


"Para que possais andar dignamente diante do Senhor, agradando-lhe em tudo, frutificando em toda a boa obra, e crescendo no conhecimento de Deus;" (Colossenses 1:10)



"Mas nós, que somos fortes, devemos suportar as fraquezas dos fracos, 
e não agradar a nós mesmos." (Romanos (15.1)



"Levai as cargas uns dos outros, e assim cumprireis a lei de Cristo." (Gálatas 6.2)



Não, não se tem desculpa para a igreja de Cristo andar 'desigrejada', como um errante pelo mundo. 

Cristo é O cabeça do corpo, e todos aqueles que o reconhecem como Senhor e Salvador são membros deste corpo.

Temos que entender que a igreja de Cristo não é esta ou aquela denominação, com ou sem usos e costumes, com esta ou aquela liturgia, e que dentro dessas igrejas terrenas há sim o joio plantado junto do trigo, os bodes juntos das ovelhas, porém no tempo certo, Jesus virá arrancar o joio para o lançar ao fogo eterno, e os bodes serão apartados para sempre das ovelhas, mas o trigo será levado e guardado no celeiro (Mateus 13. 30) e as ovelhas entrarão no pasto celestial, herdando a Vida Eterna! (Mateus 25. 31-46)

Que possamos compreender para crescer na fé, não sendo mais pessoas fáceis de nos escandalizar com as falhas dos outros, mas sim ampararmos mutuamente até que cresçamos à medida da estatura completa de Cristo! (Efésios 4.13)


Em amor fraternal,


Grácia Donadeli

Postagens Relacionadas

0 comentários